Marketing digital x Marketing tradicional: Qual a melhor opção?

Uma dúvida muito frequente entre os empreendedores que estão começando a investir em comunicação é saber qual a melhor forma de divulgar uma empresa.

Como muito bem explica o pai do marketing moderno, Philip Kotler, em seu livro Marketing 4.0 – Do tradicional ao Digital, “uma nova abordagem de marketing é necessária” – e olha que esse livro foi escrito bem antes da pandemia, mas em se tratando de Kotler, entendemos que ele já sabia perfeitamente o que estava dizendo, assertivamente, que o universo on-line veio para ficar, mas que ambos (on e off) se complementam, embora a tendência aponte para um fortalecimento cada vez maior do digital.

Ou seja,  o tradicional permanece, no entanto, agora, mais do que nunca, devemos ter um olhar voltado ao universo online.

Veja um pouco sobre esses 2 marketings:

Marketing Tradicional

O marketing tradicional é aquele que utiliza os meios clássicos de comunicação para divulgar um produto ou serviço, são os canais off-line, como televisão, rádio, jornais, outdoors, revistas, produtos impressos, entre outros, ou seja, meios que não dependam da internet para existir. E são canais que nós temos um certo contato diariamente, portanto permanecem funcionando até hoje.

Marketing Digital

Marketing Digital são ações de comunicação para divulgar e promover empresas, produtos ou serviços. São feitos no ambiente online, usando meios atuais na web, como sites, blogs, redes sociais, mobile e outros canais digitais.De maneira oposta do marketing tradicional, o digital nasceu online, e depende da internet para permanecer.

“A mídia social elimina barreiras geográficas e demográficas, permitindo às pessoas se conectarem e se comunicarem” – Kotler.

Mas afinal, qual é a melhor opção?

O interessante é combinar o marketing tradicional e digital, desse jeito, você reforçará sua marca em vários canais de comunicação, assim conseguirá atingir um público ainda mais abrangente.

O importante é entender como aumentar a produtividade para traçar, de forma certeira, o caminho do consumidor citado no livro. São eles: assimilação, atração, arguição, ação e apologia (outro dia a gente detalha melhor esse percurso, ok?).

Você viu que citamos  alguns trechos dessa obra-prima para quem quer entender um pouco mais sobre marketing. Então, fica aqui a nossa indicação de leitura. Recomendamos.

    Deixe um comentário

    Open chat